A Ria Formosa

Dicas de Viagem para a Ria Formosa, o paisagem lagunar ao longo do Sotavento algarvio de Faro até Cacela Velha perto de Tavira - ilhas e praias, localidades, o sistema ecológico, desporto e lazer, arredores

Paisagem

A Ria Formosa entre Cacela Velha e Faro

Esta paisagem lagunar estende-se ao longo do sotavento algarvio de Faro até Cacela Velha perto de Tavira. A Ria Formosa é um sistema de ilhas-barreiras que comunicam com o mar através de 6 entradas. Cinco destas entradas foram criadas naturalmente e têm características móveis e o 6º é artificial, tendo sido criada para facilitar o acesso ao porto de Faro.

Criada em 1755 pelo último grande maremoto, as suas dunas, ilhas e barras para o alto mar estão em movimento contínuo conforme as marés. Muitos locais arqueológicos apresentam vestígios de povoações Romanas e Pré-Romanas. Desde meados dos anos 80, que a Ria Formosa é uma reserva natural, onde aves marinhas e muitas espécies de peixes do Atlântico Norte bem como outros organismos marinhos,se reproduzem.

Além da colheita do sal, atividades produtivas nesta área protegida são a aquicultura e a pesca de baixa escala. A excelente qualidade da água, sem traços de contaminação por efluentes industriais ou esgotos, poluentes agrícolas ou radioativas, favorece a tradicional colheita do sal marinho.


Ilhas e Peninsulas

A cadeia de pequenas ilhas e penínsulas da Ria Formosa

O sistema lagunar único da Ria Formosa entre Faro a oeste e Cacelha Velha perto de Tavira a leste é protegido da força do Oceano Atlântico por uma cadeia de pequenas ilhas e penínsulas (de leste a oeste):

  • Península de Cacela em frente de Cacela Velha
  • Ilha das Cabanas entre Cacela Velha e Tavira, acesso de Cabanas de Tavira por barco
  • Ilha de Tavira entre Tavira e Fuzeta, acesso de Tavira e Santa Luzia por barco e de Pedras d’El Rei por um pontão
  • Ilha da Armona entre Fuzeta e Olhão, acesso de Fuseta e Olhão por barcos
  • Ilha da Culatra em frente de Olhão, acesso de Olhão (todo o ano) e Faro (no verão) por barco
  • Ilha da Barreta (Ilha Deserta) em frente de Faro, no verão acesso de Faro por barco
  • Ilha de Faro (Península de Ancão) entre Faro e Quinta do Lago, acesso por uma ponte de via única perto do aeroporto de Faro e uma ponte pedonal de Quinta do Lago


Localidades

As mais importantes localidades na Ria Formosa

A cidade mais famosa e mais bonita no Sotavento é Tavira, situado a beira do Rio Séqua, que aqui muda o nome para Rio Gilão. A leste de Tavira, na costa da laguna, fica Cabanas de Tavira, um destino de férias popular. Mais a oeste fica o aldeamento turístico Pedras d’el Rei e a pequena freguesia de Santa Luzia, famosa pelos seus deliciosos pratos típicos de polvo fresco da laguna.

A cidade de Olhão, situada entre Tavira e Faro, conta com uma longa tradição da pesca de atum e da transformação do pescado na sua indústria conserveira. Nos últimos anos, ofertas turísticas diversificadas estão a ser desenvolvidas na própria cidade e na freguesia vizinha de Fuseta. O mercado de peixe em Olhão é considerado um dos melhores da região.

Faro, a capital do Algarve, encontra-se na margem oeste da Ria Formosa. A vista da paisagem lagunar impressionante cativa qualquer observador sobrevoando a ria na aproximação do Aeroporto de Faro. A Vila Velha, o centro histórico de Faro, apresenta-se como uma das jóias arquitetónicas do Algarve.

Terra adentro, as localidades de Estoi e Moncarapacho mantiveram em grande parte os seus traços originais e convidam para alguns hotéis e aldeamentos turísticos de menor dimensão.


Desporto & Lazer

A oferta de desporto e lazer na Ria Formosa

A maior parte das praias nesta região situam-se nas ilhas barreira. Por isso, os turistas precisam quase sempre de um ferryboat para o acesso, porém, infinitas praias arenosas e praticamente desertas constituem compensação mais do que suficiente pela pequena viagem.

Os portos Faro, Olhão e Tavira e a Ilha de Faro têm à disposição várias ofertas para modalidades de desportos aquáticos. Uma viagem guiada de barco na Ria Formosa é imperdível, seja para avistar camaleões tímidos ou, de madrugada, para a observação de aves marinhas.

A cidade de Faro é famosa pelo Moto Clube de Faro, onde reina o ambiente animado dos motociclistas. Anualmente, o clube é anfitrião da Concentração de Motos de Faro e milhares de motociclistas de toda a Europa encontram-se aqui. Cúmulo e termo do encontro organizado pelo Moto Clube de Faro é o espetacular desfile no domingo.


O sistema ecológico

O sistema ecológico único da Ria Formosa

A Ria Formosa é um habitat natural único no seu género e tem um valor ecológico inestimável, graças ao seu clima, extensão, poluição mínima e à constante renovação da massa de água pelas marés. Desde meados dos anos 80, a Ria Formosa é uma área protegida pelo estatuto de Parque Natural. Especialistas em biologia marítima julgam que até 80 por cento dos peixes do Atlântico Norte se reproduzem aqui. Áreas de proteção especial garantem as condições para a preservação da vegetação e para a nidificação e incubação de aves marinhas. Qualquer atividade económica é permitida apenas em espaços restritos e designados para tal. Ramos admitidos são, por exemplo, a aquicultura (conquilicultura e piscicultura) e a pesca em pequena escala. Além disso, perto de Fuzeta e entre Olhão e Faro a produção de sal marinho é uma atividade tradicional.

Um passeio na maré baixa passa por zonas cobertas por salicórnia e salsola; chama-marés chamam a atenção dos transeuntes. Bancos de areia tornam-se visíveis e nas suas profundidades escondem-se conchas e lesmas marinhas. O passeio continua através de esteiros e pequenas bacias com águas estagnadas que abrigam uma quantidade abundante de cabozes e camarões, lagostins e pequenos caranguejos-verdes. Do alto dos diques das salinas, no inverno destaca-se a observação de cegonhas, corvos-marinhos, grous, garças, flamingos, colhereiros e muitas outras aves marinhas.


O interior

No interior da Ria Formosa: São Brás e a Serra do Caldeirão

A pequena vila de São Brás de Alportel fica no sopé da Serra do Caldeirão. Em tempos históricos, São Brás foi residência de Verão do Bispo do Algarve. A vila prosperou durante o século XIX, sendo o centro da produção de cortiça.

Em São Brás e nos arredores, fixaram-se muitas empresas artesanais. Devido a sua rica produção agrícola e o elevado diferencial de preços em comparação com a região costeira, a vila goza de grande popularidade como destino de compras. A localidade vizinha de Sta. Catarina da Fonte do Bispo tem fama pelos seus tijolos, telhas e ladrilhos, feitos de barro da região.

A Serra de Caldeirão tem uma altura de quase 600m e tem grande importância para o clima no Algarve. É uma zona bastante popular para caminhadas e corridas BTT.


Dicas de viagem

Férias na Ria Formosa

Nas ilhas encontram-se apenas alguns parques de campismo e pequenas habitações alugadas a nível privado. Os hotéis e aldeamentos de férias ficam nas localidades ao longo da costa; as belas praias arenosas, por outro lado, situam-se nas ilhas barreira. Para visitar as ilhas e as praias, os turistas estão dependentes dos ferryboats que circulam regularmente durante o verão. Nesta época, principalmente nos fins-de-semana, os barcos são muito frequentados e sobretudo de manhã e ao fim do dia é muito provável apanhar tempos de espera dilatados.


As nossas Recomendações
Publicidade